Com uma a menos, Corinthians vence e é campeão da Libertadores Feminina 2023

O Corinthians é tetracampeão da CONMEBOL Libertadores Feminina! Na noite deste sábado (21), as Brabas protagonizaram uma partida de gala no clássico paulista contra o Palmeiras, vencendo as Palestrinas por 1 a 0. O gol da vitória foi marcado por Millene.

Além da vitória do Timão, e do vice-campeonato do Alviverde, o Internacional também entrou em campo. Em um duelo truncado, as Gurias Coloradas acabaram superadas por 3 a 2 na partida contra o Atlético Nacional, garantindo o quarto lugar na competição.

O jogo

O duelo começou intenso, digno de um grande clássico na final. Aos 13 minutos, o Corinthians teve a primeira oportunidade de abrir o placar. Camilinha segurou Gabi Portilho dentro da área, a árbitra marcou o pênalti. Vic Albuquerque bateu no canto direito da goleira Amanda, mas a bola bateu na trave. Aos 30, Gabi Portilho lançou para Millene, que recebeu na entrada da grande área e chutou direto para o gol: Corinthians 1 a 0.

Millene marcou o gol da vitória do Corinthians

Na segunda etapa, a partida ficou mais equilibrada, com o Palmeiras criando mais oportunidades. Aos 23, Tarciane fez uma falta em Bia Zaneratto, resultando em seu segundo cartão amarelo e, consequentemente, a expulsão. Mesmo com uma a menos, as Brabas do Timão conseguiram administrar o resultado até o apito final.

Conquistando a América pela quarta vez

As Brabas já ergueram a taça em outras três oportunidades: 2017, 2019 e 2021, vencendo o Colo-Colo (CHI), Ferroviária e Santa Fé (COL). Em todas essas conquistas,Arthur Elias esteve à frente da equipe. Ele agora se despede do clube para assumir o comando da Seleção Brasileira Feminina.

Arthur Elias comandou a equipe em todas as conquistas na Libertadores

Campanha das Brabas

Na competição, a equipe Alvinegra deixou para trás grandes adversários. As Brabas começaram a jornada com a vitória sobre o Colo Colo por 1 a 0. Depois, golearam o Always Ready por 6 a 0. O Sportivo Limpeño foi o terceiro adversário das Brabas, que triunfaram por 5 a 0. Nas semis, reeditaram a final do Brasileirão Feminino Neoenergia 2022, vencendo o Internacional por 4 a 3 nos pênaltis.

Artilharia da Libertadores

Mais:  As dicas de póquer mais comuns nos jogos online e ao vivo

Mesmo sem garantir um lugar no pódio, a artilharia da competição ficou com Priscila, do Internacional. Em sete jogos, a atacante balançou as redes oito vezes, tornando-se a maior goleadora desta edição. No segundo lugar da artilharia, ficaram Bia Zaneratto, do Palmeiras, e Millene, do Corinthians, ambas com seis gols marcados.

Com sete gols, Priscila foi a artilheira da competição